segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Top 20 de 2009 (parcial)

Já que eu não tenho passado muito por aqui, ao menos uma atualização aí do lado direito com meus 20 filmes prediletos do ano (valendo apenas o que foi exibido comercialmente no Brasil). Quase não consigo fechar o top, com os últimos sendo bons filmes, mas nada memoráveis.


De qualquer forma, os dez primeiros são bem fortes, com admiração absoluta pelos quatro primeiros. Bom lembrar que graças ao péssimo Moviecom que tem aqui, fui muito pouco ao cinema este ano e não vi alguns filmes bem elogiados que poderiam entrar facilmente aí (Moscou, Desejo e Perigo, Star Trek, Arrasta-me Para o Inferno, etc).


Alguns pude incluir por te-los visto na Mostra Internacional de Cinema de SP do ano passado, como o surpreendente nacional "Se Nada Mais Der Certo", e o topo da lista, a obra-prima portuguesa "Aquele Querido Mês de Agosto". E apenas três foram lançados diretamente em dvd: "Segurando as Pontas" (também visto na Mostra), "Faça o Que Eu Digo, Não Faça o Que Eu Faço" e, o caso mais polêmico, "Guerra ao Terror", sucesso de crítica nos EUA (ainda nos cinemas por lá, título original "The Hurt Locker") e que chegou no Brasil como um filme qualquer.


De modo geral, acho que este ano tem sido bem melhor para o cinema do que o ano passado. Quando tiver um tempinho, falo mais sobre isso.

2 comentários:

EmLetras disse...

Dos filmes que vi (8 de seus 20) Só não gostei de "Simplesmente Feliz" e estou curiosa para ver "Se Nada Mais Der Certo".

Lívia

Rafael Carvalho disse...

Opa, bela lista, Hélio. Quero muito ver Aquele Querido Mês de Agosto e Se Nada Mais Der Certo; agora, quando vou ter a oportunidade, só Deus sabe. Vi recentemente Amantes e gostei muito, apesar de não ser dos maiores fãs do James Gray.

Não sou muito fã também do Inimigos Públicos e acho que Há Tanto Tempo que Te Amo devia estar mais pra cima. E uma coisa, A Mulher Sem Cabeça estreou no Brasil? Não vi no calendário de estreias do Filme B. Vai sair direto em DVD? Ah, e quero conferir esse Guerra ao Terror, também.

Só não acho que esse ano tenha sido melhor para o cinema que o ano passado. Pelo menos, esse primeiro semestre emplacou poucos grandes filmes. Pra fazer essa lista dos 20 do ano tem que dá uma forçadinha às vezes.