terça-feira, 1 de setembro de 2009

Filmes vistos em Agosto

É uma coisa muito feia ter um blog só pra listar, todo dia 1º, os filmes que foram vistos no mês. Mas o tesão pra escrever foi embora com o retorno às aulas. Como se não bastasse, um PlayStation 3 concentrou toda a minha atenção em joguinhos infernais, vício que imagino passar com um ou dois meses após a aquisição desse aparelho do capeta.


Apenas 11 filmes vistos. A boa notícia é que não houve porcarias e três revisões para conhecer o fantástico mundo do blu-ray. Outros três filmes, vistos pela primeira vez, merecem uma revisão o quanto antes, podendo saltar do GRANDE para OBRA-PRIMA facilmente: o documentário "Serras da Desordem", por conta de uma complexidade na sua própria concepção de o que é de fato documentar algo; o ABSOLUTAMENTE desconcertante "O Intruso", de Claire Denis, cineasta elogiadíssima que eu não conhecia e que neste primeiro contato já me deixou sem saber o que sentir, como sentir e o que dizer de sua obra; e "Inimigos Públicos", mais um filmaço do Mann extremamente prejudicado pela péssima projeção da sala em que vi, mas desde já dono da mais bela sequência do ano, que é aquele básico plano/contraplano no cinema entre Depp e o filme do Clark Gable.


No mais, a lista do mês ficou assim:


As obras-primas

1. Onde os Fracos Não Tem Vez, de Joel e Ethan Coen (2007)
2. O Iluminado, de Stanley Kubrick (1980)


Os grandes

3. Inimigos Públicos, de Michael Mann (2009)
4. O Intruso, de Claire Denis (2004)
5. Serras da Desordem, de Andrea Tonacci (2006)
6. Keane, de Lodge Kerrigan (2004)
7. O Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan (2008)
8. Eu Te Amo, Cara, de John Hamburg (2009)
9. Adventureland, de Greg Mottola (2009)


Os legais

10. Clean, Shaven, de Lodge Kerrigan (1993)
11. B13 - Ultimatum, de Patrick Alessandrin (2009)

2 comentários:

Rafael Carvalho disse...

Pois é, também tô achando muito feia essa troca de um game pelos filmes; mas tudo bem, falo isso porque não tenho um Playstation 3 em casa.

Bem, preciso ver ainda algumas coisas dos Coen, mas considero Fracos o melhor deles, um filmaço. E precisava rever O Iluminado, mas permanece em minha memória como uma grande obra. Nunca vi nada da Claire Denis e Serras da Desordem é mesmo sensacional, mas não é um filme que faz alarde. O final é incrível.

Kamila disse...

Dos que eu vi:

1. Onde os Fracos Não Tem Vez, de Joel e Ethan Coen (2007)****
2. O Iluminado, de Stanley Kubrick (1980)****
3. Inimigos Públicos, de Michael Mann (2009) *** 1/2
6. Keane, de Lodge Kerrigan (2004)***
7. O Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan (2008)****