terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Piores e Melhores de 2010/2011 (inéditos no Brasil)

Não dá pra ficar numa seleção que só leve em conta o que foi lançado comercialmente no Brasil. Vemos filmes em mostras e festivais, disponíveis na internet e até em blu-rays importados que chegam no mercado internacional muito antes de aparecerem por aqui.

Então sem enrolação, valendo produções de 2010 e 2011, seguem as seguintes listas:


Um top 10 com o melhor que vi EM 2010 e que infelizmente continua inédito no Brasil.

1. O Estranho Caso de Angélica, de Manoel de Oliveira
2. Mistérios de Lisboa, de Raoul Ruiz
3. Memórias de Xangai, de Jia Zhang-ke
4. As Quatro Voltas, de Michelangelo Frammartino
5. Caterpillar, de Kôji Wakamatsu
6. The Myth of the American Sleepover, de David Robert Mitchell
7. A Espada e a Rosa, de João Nicolau
8. Vocês São Todos Capitães, de Oliver Laxe
9. Silent Souls, de Aleksei Fedorchenko
10. Aurora, de Cristi Puiu



Um top 10 com o pior que vi em 2011 e felizmente continua inédito no Brasil - descartei os que já chegaram aqui em 2012, como "Histórias Cruzadas" e o abominável "Precisamos Falar Sobre Kevin" (seria meu número 1), mas mantive os que já tem data certa:

1. Another Earth, de Mike Cahill
2. Girlfriend, de Justin Lerner
3. A Lonely Place to Die, de Julian Gilbey
4. Green, de Sophia Takal
5. La Proie (The Prey), de Eric Valette
6. Waiting For Superman, de Davis Guggenheim
7. Punished, de Law Wing-cheong
8. No Lugar Errado, de Guto Parente, Luiz Pretti, Pedro Diogenes e Ricardo Pretti
9. Moneyball - O Homem Que Mudou o Jogo, de Bennet Miller
10. Bellflower, de Evan Glodell



Três filmes que não gostei, mas que têm seu interesse ou que podem ser interessantes pra alguém:

1. City of Life and Death, de Chuan Lu
2. Drive, de Nicolas Winding Refn
3. Sauna on Moon, de Zou Peng



Três filmes que merecem ser revistos porque não os vi na melhor das circunstâncias (também conhecida como "fadiga de maratona na Mostra de SP"):

1. Irmãs Jamais, de Marco Bellocchio
2. Histórias da Insônia, de Jonas Mekas
3. Low Life, de Nicholas Klotz



E agora, o top 50 de filmes que merecem chegar ao Brasil. Mais uma vez, não vi cinquenta grandes filmes, mas esta é uma lista até mais forte do que a dos filmes que chegaram no país. Os cinco primeiros são os mais especiais para mim; do 6º ao 14º são grandes filmes que poderiam facilmente trocar de posições entre si; do 15º ao 24º são obras de grande força também na maior parte do tempo; e a outra metade da lista é de bons filmes, embora confesso que os 10 ou 15 últimos estão aí mais para cumprir tabela. Também excluí da lista os que já chegaram por aqui em 2012, como os belos "A Separação" e "O Espião Que Sabia Demais", e os bons "Guerreiro", "Tomboy" e "50%".


1. Habemus Papam, de Nanni Moretti
2. The Day He Arrives, de Hong Sang-Soo
3. O Cavalo de Turim, de Béla Tarr
4. Essential Killing, de Jerzy Skolimowski
5. Um Método Perigoso, de David Cronenberg
6. Histórias Que Só Existem Quando Lembradas, de Júlia Murat
7. Oki's Movie, de Hong Sang-Soo
8. 13 Assassinos, de Takeshi Miike
9. Era uma Vez na Anatólia, de Nuri Bilge Ceylan
10. Kill List, de Ben Wheatley
11. O Homem Que Não Dormia, de Edgard Navarro
12. Crazy Horse, de Frederick Wiseman
13. O Abrigo, de Jeff Nichols
14. Detective Dee and the Mistery of the Phantom Flame, de Tsui Hark
15. Wu Xia (Swordsmen), de Peter Chan
16. Les Géants (The Giants), de Bouli Lanners
17. I Saw the Devil, de Kim Jee-woon
18. Vou Rifar Meu Coração, de Ana Rieper
19. Ajeossi (The Man From Nowhere), de Lee Jeong-beom
20. Burke and Hare, de John Landis
21. Hanezu, de Naomi Kawase
22. Girimunho, de Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr.
23. Exit Through the Gift Shop, de Banksy
24. Yellow Sea, de Na Hong-jin
25. The Robber, de Benjamin Heisenberg
26. Another Year, de Mike Leigh
27. Atmen (Respirar), de Karl Markovics
28. Eu Receberia as Piores Noticias de Seus Lindos Lábios, de Beto Brant
29. Kaboom, de Greg Araki
30. No Limite da Mentira (The Debt), de John Madden
31. Snowtown, de Justin Kurzel
32. Catfish, de Henry Joost e Ariel Schuman
33. Angele e Tony, de Alix Delaporte
34. Labrador, de Frederikke Aspöck
35. Cold Weather, de Aaron Katz
36. Vida Que Segue, de Géraldine Doignon
37. O Futuro, de Miranda July
38. Jane Eyre, de Cary Fukunaga
39. Retreat, de Carl Tibbetts
40. Maluco Beleza (Our Idiot Brother), de Jesse Peretz
41. Miss Bala, de Gerardo Naranjo
42. As Presas, de Antoine Blossier
43. Negócio Fechado (Cedar Rapids), de Miguel Arteta
44. The Innkeepers, de Ti West
45. Las Acacias, de Pablo Giorgelli
46. Uma Vida Tranquila, de Claudio Cupellini
47. O Dominador, de Kim Min-suk
48. Headhunters, de Morten Tyldum
49. Paul, de Greg Mottola
50. Por Que Você Está Chorando?, de Katia Lewkowicz








4 comentários:

opipoqueiro disse...

Achei as listas meio equivocadas. Drive e Kevin como piores é loucura. The Help e Moneyball realmente não são nenhuma beleza, mas daí a estar entre os piores do ano é demais.

Abraços!

Alex Gonçalves disse...

Parei de checar as listas no "abominável `Precisamos Falar Sobre Kevin´".

Brincadeira. Estou de olho em muitos dos filmes presentes na lista de títulos ainda inéditos no Brasil. E vale dizer que "Paul" será lançado em DVD ainda neste mês.

Brenno Bezerra disse...

"Moneyball" entre os piores? Desculpe, mas discordo totalmente.

Julia - Primeiro Plano disse...

Olá, tudo bem?
Sou de uma assessoria de imprensa de cinema chamada Primeiro Plano.
Gostaríamos de incluir o site de vocês no nosso mailing de cabines e informações de lançamentos.
Vocês são da onde? Podem me passar seus contatos?
Obrigada
Abs
Julia Moura
(0021) 2286-3699 / 2266-0524
contato@primeiroplanocom.com.br
Siga-nos @_Primeiro_Plano
http://twitter.com/_Primeiro_Plano
Curta a nossa página no Facebook
http://facebook.com/PrimeiroPlanoComunicacao141
http://primeiroplanocom.com.br/site/